poesia

poesia

3 de fevereiro de 2016

Surreal navegar!













Quando no mar alfabeto, me vejo por navegante,
levo a inspiração na safra para ser seu comandante,
e o leme da nau lhe entrego, para aportar na magia,
colher nela abracadabras, cumprir minha fantasia.

5 comentários:

  1. Ai Zé!!! Inspiração é tudo o que estou precisando... Que o leme desta nau me leve a mares brandos e a mágica das letras me devolvam a paz...
    Bjusss

    ResponderEliminar
  2. Como oriundo de destemidos navegadores
    O amigo Zé Loureiro e outros povoadores
    Rumam oceano fora à procura de outras gentes
    Para que os analfabetos não sejam indigentes.

    Levam por essas demandas a sua bela poesia
    Que se eleva para o alto e que mais extasia
    Quem tem o privilégio de a ler, saborear
    No íntimo do ser em silêncio ou a declamar.

    Assim se comandam naus de magia e bravura
    Para horizontes desconhecidos de lonjura
    Mas que queremos que sejam paraísos na terra
    Onde se gozem dias de aventura, paz e não guerra.

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. .
    Navegar é preciso
    Com amor e valentia
    Em busca do Paraíso
    Onde mora a poesia

    ResponderEliminar
  4. Navegar num mar de letras e com elas construir uma maravilhosa poesia, só pode ser o meu querido poeta Zé Loureiro!!

    ResponderEliminar
  5. Em aguas desconhecidas
    Navegar e uma proeza
    A prepotencia das ondas
    Tem muita beleza!

    Para um mar alfabeto
    So um especial comandante
    Muita pericia e saber
    Requisitos a nao esquecer!

    Fonte de inspiracao
    E de beleza tambem
    Maravilha da natureza
    Que aos humanos convem!

    Comandante a altura
    De inspiracao nao precisa...
    Com a magia das ondas
    Ze Loureiro faz excelente poesia!

    Maravilhada com estas sabias e poeticas palavras, deixo o meu testemunho e maior apreco meu poeta preferido e muito estimado amigo Ze Loureiro.:)
    Um enorme abraco repleto de admiracao e carinho

    Mena Dias

    ResponderEliminar